Vote aqui

+diversão

Como incentivar as crianças a terem uma alimentação saudável?

Garantir que as crianças estão mantendo uma alimentação saudável é algo que costuma trazer dores de cabeça para muitos pais. Afinal, nem sempre é fácil fazer com que eles comam alimentos naturais, como frutas e legumes. 

Porém, é importante que os pais não desistam, uma vez que a alimentação correta pode evitar muitos problemas no futuro, como obesidade infantil e doenças cardiovasculares. 

O primeiro passo para começar a fazer isso imediatamente é entender que uma alimentação saudável deve ser variada. Portanto, é preciso que o prato seja colorido, mas sem esquecer que é importante que eles sejam saborosos para evitar rejeições. 

“Mas como fazer com que elas comam tudo?” Bem, não existe uma fórmula mágica, mas sim um conjunto de ações que devem ser colocadas em prática diariamente. A primeira é sempre oferecer os alimentos saudáveis que estão na mesma. Mesmo se for algo que a criança rejeitou anteriormente. 

Fazer isso sem obrigar que ela coma, aumenta as chances dela querer experimentar por conta própria. Ao mesmo tempo, sempre informe o que ele está comendo. Junto com essas coisas, é importante que os pais deem o exemplo e consumam esse tipo de comida.

Sempre preferir comer à mesa e manter o ambiente livre de distrações, como a TV ligada, são outras coisas que ajudam a melhorar os hábitos alimentares dos pequenos. 

Por último, não deixe que a criança fique comendo besteiras fora dos horários das refeições. Isso não significa que ela não poderá fazer um lanche, porém, é importante definir a hora correta para que eles ocorram. Além do mais, sempre opte por dar opções de lanches mais saudáveis, evitando biscoitos e salgadinhos. 

Instagram do Boquinha

Confira o dia a dia do Boneco mais querido do Interior de Pernambuco, curta nossa página no instagram e se divirta com as brincadeiras do Boquinha.

https://produtos.interior.ne10.uol.com.br/meu-mundinho-na-tv/wp-content/uploads/2020/08/Termo-de-autorização-de-uso-de-imagem-e-voz.pdf